PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
Bráulio Luna Filho - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 3)
Francisco Lotufo Neto


ANUIDADE 2016 (pág. 4)
PF pode obter desconto


INSTITUIÇÕES DE SAÚDE (pág. 5)
Centro de Referência DST-Aids


PESQUISA (Pág 6 e 7)
Violência no Trabalho


DEMOGRAFIA MÉDICA - (Pág 8 e 9)
Médicos no Brasil


TRABALHO DO MÉDICO (Pág. 10)
Exame do Cremesp


PLENÁRIA (Pág 11)
Temática - Cannabis


EU MÉDICO (Pág. 12)
Danny Lescher


JOVENS MÉDICOS (Pág. 13)
Greve


CONVOCAÇÕES (pág. 14)
Editais


BIOÉTICA - (pág. 15)
Imigração


GALERIA DE FOTOS



Edição 332 - 12/2015

TRABALHO DO MÉDICO (Pág. 10)

Exame do Cremesp


SES-SP exigirá Exame do Cremesp para ingresso no serviço público

Exigência da SES- SP de participação na prova será
válida para médicos graduados a partir de 2015


Uip assinou Resolução que exige Exame para seleção de
novos médicos da SES-SP

 

Os médicos recém-formados que pretendem concorrer a vagas nos próximos concursos públicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES-SP) terão que apresentar comprovante de participação no Exame do Cremesp. O secretário de Estado da Saúde, David Uip, assinou a Resolução n º 123/2015, que estabelece essa exigência para seleção de novos médicos nos concursos da SES-SP no dia 30 de novembro, durante a inauguração da nova sede do Cremesp, na região da Paulista (ver matéria abaixo).

A exigência da SES-SP para participação na prova, que avalia conhecimentos básicos da Medicina, é válida para graduados a partir de 2015. Os médicos terão que apresentar o certificado de participação já no momento de inscrição para a seleção pública. “Os desígnios do Cremesp são relevantes para a sociedade e estão alinhados com a política pública de Saúde do Estado de SP”, disse Uip.
 

Avanço

Para Bráulio Luna Filho, presidente do Cremesp, as secretarias municipais também deveriam passar a exigir de seus novos médicos a participação no Exame. Ele considera a medida um avanço no atendimento à Saúde, pelo menos, até haver uma legislação que adote um instrumento nacional de avaliação dos formados em faculdades de Medicina do País.

O Exame, realizado há 11 anos, ganhou valor de mercado a partir de 2015, quando importantes instituições passaram a exigir a prova para ingresso em seus quadros de funcionários, como as Unimeds de Ribeirão Preto, Santos, Jundiaí, Presidente Prudente, Botucatu, Bauru, Alta Mogiana (Orlândia, Sales Oliveira, Morro Agudo, São Joaquim da Barra, Nuporanga e Ipuã) e Norte Paulista (Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ituverava e Miguelópolis), os hospitais Albert Einstein, Sírio-Libanês e outros membros da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp).

A prova também passou a ser um dos critérios de avaliação para as seleções de Residência Médica nas faculdades de Medicina da USP (de São Paulo e de Ribeirão Preto), Unifesp, ABC, Santo Amaro (Unisa), PUC-Campinas, São José do Rio Preto, Santa Casa de SP e Hospital do Servidor Público Estadual (Iamspe).


Institucional

Cremesp inaugura nova sede na região da Paulista


Novo prédio visa melhor atendimento ao médico

 

A nova sede do Cremesp, na região da avenida Pau­lista (rua Luís Coelho, 26), foi inaugurada em 30 de novembro, com cerimônia solene, na presença dos secretários estadual e municipal da Saúde, David Uip e Alexandre Padilha, respectivamente. Na ocasião, Uip assinou decreto que estabelece a exigência da participação no Exame do Cremesp nos concursos para seleção de médicos da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP).

O prédio ainda não está aberto ao público e foi adquirido na gestão do conselheiro João Ladislau, quando então era presidente.

Bráulio Luna Filho, atual­ presidente do Cremesp, reafirmou os pilares dos Conselhos de Medicina, como a defesa de Carreira de Estado para o médico, melhores condições de trabalho e financiamento ade­­quado à Saúde, ressaltando que poucos países têm uma rede conselhal e ainda disposta a construir políticas sociais que vão ao encontro à população. “Não obstante as dificuldades no atendimento à Saúde, 95% dos médicos têm o respeito da sociedade. Temos sido porta-vozes pro­positivos dos anseios dos médicos e da população”, disse. Para Luna Filho, nenhum dos governos atendeu às solicitações da categoria, mas acrescentou que esse é um processo que exige persistência e visão estratégica. “Também procuramos ousar e fazer coisas novas, porque há embates contundentes em São Paulo, com grandes contradições. No entanto, sem abandonarmos o senso crítico ou deixarmos de dialogar”, comentou.

Florisval Meinão, presidente da Associação Paulista de Medicina (APM), ressaltou a atuação conjunta das entidades médicas e a postura do Cremesp de reconhecimento das dificuldades dos médicos. Aproveitou ainda a oportunidade para ratificar seu apoio ao Exame do Cremesp.


Homenagem

Presente à cerimônia, Carlos Vital, presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), parabenizou os médicos paulistas pela nova sede. Na ocasião, ele entregou a Comenda Mário Rigatto e diploma de mérito do CFM ao médico William Saad Hossne, 1º presidente da Sociedade Brasileira de Bioética, professor livre docente da USP e PUC-SP e professor emérito da Faculdade de Medicina de Botucatu.


Observatório

Durante a sessão solene, houve ainda a assinatura de convênio com a FMUSP para a criação do Observatório da Medicina. O acordo prevê cooperação acadêmica e cien­tífica, visando alavancar estudos que possibilitem traçar um perfil aprofundado da população médica no Brasil.

 


Este conteúdo teve 623 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 310 usuários on-line - 623
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior