PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Ato Médico: fundamental para a população


ENTREVISTA
José Carlos de Souza Andrade, reitor da Unesp


ATIVIDADES DO CONSELHO 1
Programa de Controle da Qualidade Hospitalar


ATIVIDADES DO CONSELHO 2
Destaque para resposta do Secretário municipal ao Cremesp sobre Terapias Naturais


CLASSE MÉDICA EM MOVIMENTO 1
Cresce mobilização por honorários


CLASSE MÉDICA EM MOVIMENTO 2
ANS impõe regras de contratos entre Planos de Saúde e profissionais da saúde


CLASSE MÉDICA EM MOVIMENTO 3
Prorrogada suspensão de novos cursos de Medicina


GERAL 1
Serviço de Destaque


GERAL 2
CFM traça novo perfil do médico brasileiro


GERAL 3
De olho nos sites: Cremesp, Bioética e Banco de Empregos Médicos


AGENDA
Entre os destaques, a comemoração dos 109 anos da Academia de Medicina


NOTAS
Alerta Ético


PARECER
Uso de Nifedipina


DIA DA MULHER
Homenagem a Berta Sbrighi


GALERIA DE FOTOS



Edição 199 - 03/2004

ATIVIDADES DO CONSELHO 1

Programa de Controle da Qualidade Hospitalar


Plenária do Cremesp debate Programa de Controle da Qualidade Hospitalar

"Exija qualidade na Saúde". Este é o slogan do Programa de Controle da Qualidade Hospitalar (CQH), organizado na sede da Associação Paulista de Medicina (APM), e mantido por essa entidade em parceria com o Conselho Regional de Medicina (Cremesp). Para explicar as atividades do programa, o coordenador do Núcleo Técnico do Programa de Controle da Qualidade Hospitalar (CQH), Haino Burmester (leia artigo abaixo), fez uma palestra, em 9 de março, aos conselheiros, dando seqüência à realização de plenárias temáticas do Conselho.

Em 1991, quando o CQH iniciou suas atividades, era apenas um projeto-piloto. Completando seu 13º ano em 2004, é um programa de adesão voluntária, cujo objetivo é contribuir para a melhoria continua da qualidade hospitalar.

Segundo Haino, o CQH estimula hospitais a se filiarem ao programa, durante o qual é dada ênfase à importância da auto-avaliação dos serviços e incentivada a mudança de atitude e comportamento para o aprimoramento do atendimento à saúde.

Em sua avaliação, o programa preconiza os valores da ética, da autonomia técnica, da simplicidade, do voluntariado, da confidencialidade e do enfoque educativo. A metodologia, explica o coordenador, abrange: monitoramento de indicadores, análise da opinião dos usuários, análise de indicadores de recursos humanos, auto-avaliação, visita ao hospital e concessão do selo de conformidade.

Além disso, o hospital filiado ao CQH ganha um modelo de gestão para a qualidade, reuniões de orientação e troca de experiências, participação em eventos, assessoria específica sobre controle de infecção hospitalar, pesquisa junto aos usuários, visitas periódicas de avaliação por equipe técnica e reconhecimento da conformidade (selo CQH).

Entidades como a Sociedade Médica Brasileira de Administração em Saúde (SMBAS), Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade (FPNQ) e Programa de Estudos Avançados em Administração Hospitalar e de Sistemas de Saúde, também apóiam o CQH.

CQH discute  indicadores hospitalares

Haino Burmester

Nos dias 3 e 4 de junho, o CQH discutirá indicadores hospitalares no evento "CQH'2004 - Qualidade Hospitalar", como parte da Feira Hospitalar, no ExpoCenter Norte, em São Paulo. O evento reunirá o que há de mais avançado na atualidade, em termos de metodologia de análise do desempenho hospitalar.

A análise de indicadores sempre foi um componente importante da metodologia do CQH. Após 13 anos de prática no acompanhamento de indicadores hospitalares, o Programa já tem maturidade suficiente para propor caminhos de análise crítica de desempenho nessas organizações.
Durante os dois dias do evento estarão sendo discutidos tópicos como a análise de qualidade da Embraer, a companhia brasileira de maior sucesso internacional no momento. Marco Antonio Nutini, gerente de qualidade da fabricante de aviões, demonstrará como os hospitais podem se beneficiar de ferramentas de análises utilizadas naquela indústria.

O CQH sempre destacou a importância de profissionais da saúde fazerem benchmarking com os processos de outras indústrias bem sucedidas como forma de aprimorar os conceitos de gestão na área da saúde. Graham Harries, presidente da Solucient International /CHKS, (o "CQH da Inglaterra"), empresa global com atuação na área de informação em saúde, apresentará sua experiência na meta-análise do desempenho de 900 hospitais do Sistema Nacional de Saúde da Inglaterra.

A Dra.Yasuko Nishikuni fará comparação de dados dos 175 hospitais aderidos ao CQH com aqueles apresentados por Graham Harries dos hospitais ingleses. O professor Marcelo Aidar, da Fundação Getúlio Vargas, exporá a experiência do Hospital das Clínicas da FMUSP na aplicação da metodologia de gestão hospitalar proposta pelo CQH.  O Dr. Antonio Tadeu Fernandes apresentará novidades em epidemiologia hospitalar e suas relações com o controle de infecções hospitalares.
Cláudio Teitelbaun mostrará a experiência gerencial de uma empresa familiar de serviços, ganhadora do Prêmio Nacional da Qualidade em 2003 (novamente aqui a importância de empresas da saúde terem contato com experiências de outros setores da economia). E, por fim, teremos as apresentações das experiências das empresas ganhadoras da primeira versão do Prêmio Nacional de Gestão em Saúde (PNGS), a serem conhecidas em maio deste ano.

Como nos anos anteriores, o "CQH'2004" trará grandes contribuições aos gestores de saúde do país. Recomenda-se a participação no evento, especialmente para diretores clínicos de hospitais privados ou públicos, de pequeno, médio ou de grande porte, das capitais ou de cidades do Interior, pois estes profissionais são fundamentais para o alinhamento entre o modelo assistencial e o modelo de gestão. Sem este alinhamento fica comprometido o bom desempenho dos hospitais. Portanto, a compreensão do que seja um modelo de gestão e sua importância para a análise crítica do desempenho do hospital é fundamental para um diretor clínico.

Centro de Integração Empresa Escola cria programa para estudantes de Medicina

Cremesp participa do Conselho Consultivo

O Centro de Integração Empresa Escola - CIEE - lançou, no mês de dezembro de 2003, o Programa de Estágio Integração Empresa Escola Médica - Eieem. Dirigido aos estudantes de Medicina, o programa é inédito no país, e tem o apoio do Cremesp e da Academia de Medicina de São Paulo.

As oportunidades de estágio acontecem em áreas que não envolvem o trato direto com os pacientes, com ênfase em atividades de regulação e administração dos sistemas público e privado de saúde, informática médica, administração hospitalar, programas sociais e de promoção de saúde - geralmente desenvolvidos por empresas, governos, ONGs e escolas.

O programa está sendo implantado, por enquanto, na capital paulista e Interior do Estado. Segundo o CIEE, já vem apresentando bons resultados. Sete escolas médicas já haviam aderido ao projeto e cerca de 42 estudantes já haviam se cadastrado para as vagas. Os estudantes terão direito a bolsa-auxílio - cujo objetivo principal é ajudar a custear as altas mensalidades na área do ensino médico, com jornada semanal de trabalho a partir de 10 horas, variando de acordo com a empresa.

Para participar do programa é necessário ao estudante estar regularmente matriculado e cursando pelo menos o segundo ano de Medicina, além de sua escola ter aderido ao programa junto ao CIEE.

Conselho consultivo

No mês de fevereiro, o CIEE criou um Conselho Consultivo para o Eieem, que tem a função de opinar sobre as ações do programa. Fazem parte dele Ieda Therezinha do Nascimento Verreschi e Reinaldo Ayer de Oliveira (fotos acima), conselheiros do Cremesp; Yvonne Capuano, vice-presidente do Conselho de Administração do CIEE; José Agenor Silveira, diretor executivo da Faculdade de Medicina da USP - FMUSP; Joaquim Edson Vieira, do Centro de Desenvolvimento da Educação Médica da FMUSP; Júlio Ricardo de Souza Noto, coordenador de Assuntos Estudantis da Pró-reitoria de graduação da Universidade Federal de São Paulo - Unifesp; Maria Cristina Cury, diretora do curso de Medicina da Universidade Santo Amaro - Unisa; e Mirna Duarte Barros, coordenadora do Departamento de Morfologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.


Este conteúdo teve 610 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 7h às 21h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 251 usuários on-line - 610
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior