Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 25-09-2020
    Comunicado
    Cremesp interdita médico denunciado por abuso sexual em São Paulo
  • 24-09-2020
    Nota de falecimento
    Cremesp comunica falecimento de funcionário que contribuiu com a gestão do Cremesp nos últimos 40 anos
  • 23-09-2020
    Covid-19
    Após live do Cremesp, SPSP publica documento com orientações para retorno às aulas
  • 23-09-2020
    Ação judicial
    Cremesp solicita afastamento de advogada da Comissão de Direito Médico, após publicações de ataque à classe médica
  • Notícias


    05-12-2019

    Evento

    Médicos da capital e região metropolitana com 50 anos de exercício ético da profissão recebem homenagem do Cremesp

    Os profissionais médicos da capital e região metropolitana paulista, que atuam há 50 anos sem nenhuma infração ética, receberam as homenagens do Cremesp durante solenidade realizada no dia 4 de dezembro, no auditório do Memorial da América Latina. Os homenageados fazem parte da uma geração histórica de médicos, marcada por muitos esforços próprios — sem auxílio de exames de alta complexidade ou equipamentos avançados — e escolhas que os levaram, frequentemente, a abrir mão de outros aspectos de suas vidas e de momentos com a família.


    Da esq. para a dir.: Donizete Filho, Mario Jorge Tsuchiya, Lincoln Lopes Ferreira e Paulo Kron.

    “O Cremesp é guardião da sociedade contra a má prática médica e os médicos homenageados tiveram uma jornada imaculada nesses 50 anos de atividades. Ou seja, é a comemoração das bodas de ouro do casamento com a Medicina”, pontuou Mario Jorge Tsuchiya, presidente do Cremesp, presente à mesa da cerimônia, que contou também com a presença de Donizeti Dimer Giamberardino Filho, 1º vice-presidente do CFM, que representou o presidente, Mauro Luiz de Britto Ribeiro; de Lincoln Lopes Ferreira, presidente da Associação Médica Brasileira (AMB); e de Paulo Kron, que representou a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS-SP). Também compareceram o corpo de conselheiros do Cremesp e os familiares dos homenageados.

    Em seu discurso, o presidente da AMB fez uma relação entre a Medicina e a arte, uma vez que os médicos exercem sua arte de curar. “O que se apresenta como medo ou ameaça, para nós é desafio, que nos leva a abandonar nossas famílias e ter alegria em ver o resultado, com a cura do paciente”, disse Ferreira.


    O presidente do Cremesp, Mario Jorge Tsuchiya, ao lado do representante da Faculdade de Medicina de Sorocaba, Mario Mosca Filho

    Vicissitudes

    A cerimônia contou com apresentação do Coral Masculino do Corpo Musical da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que tocou o Hino Nacional e uma versão em português de Halleluyah, do compositor canadense Leonard Cohen. A canção retrata a busca pela paz diante das vicissitudes da vida e das perdas, o que se reflete no cotidiano do médico.

    Os médicos reverenciados na solenidade acompanharam uma grande evolução da Medicina e do mundo, com mudanças não só das técnicas como também da sociedade. “Eles souberam respeitar a dignidade humana e o valor do outro. E, nesta história de 50 anos, foram defensores do maior valor da Medicina, que é a relação médico-paciente. Só por meio dela conseguimos a confiança e mantemos a chama da Medicina e o respeita da sociedade”, destacou o vice-presidente do CFM. 

    Kron também ressaltou que os médicos em questão são exemplos para os colegas, já que realizavam exame físico e uma cuidadosa apuração da história dos pacientes para fechar um diagnóstico, sem exames complementares de alto padrão ou necessidade de judicialização.

    “É um orgulho e uma honra este encontro de antigos amigos, todos com muitas histórias, que dignificam o verdadeiro sentido de ser médico”, afirmou Mario Mosca Filho, da turma de 1969 da Faculdade de Medicina de Sorocaba, que representou os demais homenageados.

    Os presentes puderam apreciar ainda a apresentação especial do Quarteto de Cordas do Instituto Bacarelli — instituição social de referência na área musical —, que executou as obras de Beethoven e de Zequinha de Abreu.

    Os médicos da Capital que honraram o juramento de Hipócrates, realizado 50 anos atrás, tiveram seus nomes revelados durante a cerimônia. Além deles, segue a relação dos 592 médicos reverenciados pelos Cremesp nas cerimônias realizas nos meses de novembro e dezembro no Estado de São Paulo.

    Veja aqui as fotos do evento.

    Fotos: Osmar Bustos e Oficina de Photos


    Este conteúdo teve 699 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 305 usuários on-line - 699
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior