PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (SM pág. 1)
O segredo médico é o destaque principal do editorial desta edição


ENTREVISTA (SM pág. 4)
Shotaro Shimada: visão ainda mais grandiosa da yoga


CRÔNICA (SM pág. 8)
Texto bem humorado de Tufik Bauab Jr, vice-presidente da SPR


MEIO AMBIENTE (SM pág. 10)
Efeito estufa: ações cotidianas, poluidoras, passam despercebidas...


CONJUNTURA (SM pág. 12)
Transtornos mentais e de comportamento: faltam recursos para prevenção e tratamento


SINTONIA (SM pág. 18)
Instituto Internacional de Neurociências de Natal ELS: audácia e pioneirismo


DEBATE (SM pág. 20)
Ginecologistas do Cremesp discutem aborto e saúde pública


EM FOCO (SM pág. 26)
O que representa ser estrangeiro e estudar Medicina no Brasil? Um enorme desafio...


HOBBIE DE MÉDICO (SM pág. 29)
Brasil Império: Manuel dos Santos Júnior mostra sua coleção de louça histórica


COM A PALAVRA (SM pág. 34)
Com vocês... Montaigne, dissecado por Joffre Marcondes de Rezende


HISTÓRIA DA MEDICINA (SM pág. 36)
Você conhece a história e a origem da palavra sífilis? Surpreenda-se. Texto de Isac Jorge Filho


ACONTECEU (SM pág.40)
Festival de Dança de Joinville: emoção à flor da pele, para bailarinos e espectadores


ARTE E TURISMO (SM pág. 42)
Conheça a arte popular, maravilhosa, na fachada de casas de pequenos vilarejos brasileiros


LIVRO DE CABECEIRA (SM pág. 46)
O terrorista, de John Updike, é a recomendação de leitura do infectologista Jacyr Pasternack


CARTAS & NOTAS (SM pág.46)
Acompanhe os comentários dos leitores sobre as matérias da edição passada da revista


POESIA (SM pág. 48)
Poema do poeta português Antonio Galeão fecha esta edição com pura emoção


GALERIA DE FOTOS


Edição 40 - Julho/Agosto/Setembro de 2007

ACONTECEU (SM pág.40)

Festival de Dança de Joinville: emoção à flor da pele, para bailarinos e espectadores


Joinville
entre pliés, relevés e fouettés

Tânia Cotrim*

Joinville tornou-se um point quase que obrigató­rio para quem aprecia dança clássica ou contemporânea. Nas férias de julho, o Festival de Dança de Joinville, considerado um dos mais completos eventos desta arte na América Latina, reúne na cidade catarinense os melhores bailarinos brasileiros e estrangeiros para uma maratona de apresentações em palcos abertos e competitivos.

A mostra de 2007 comemorou o jubileu de prata do festival e teve em sua noite de abertura nada menos do que uma apresentação da companhia de dança do bailarino russo Mikhail Baryshnikov, que inaugurou a turnê, em solo brasileiro, no palco do Centreventos Cau Hansen, no coração de Joinville, onde também fica a sede da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil - ETBB.


Grupo de Dança Érika Novachi

Nos palcos do Centreventos e do Teatro Juarez Machado, durante os dez dias do festival, apresentaram-se bailarinos e companhias de dança selecionados pela qualidade técnica e artística seis meses antes do acontecimento. Todos são rigorosamente avaliados após apresentações a bancas examinadoras compostas por ícones do balé, capazes de fazer tremer nas sapatilhas até os mais experientes.

Eventos paralelos

O projeto, que começou em 1983, inclui apresentações de balé clássico, moderno, contemporâ­neo, jazz e sapateado em audições para a Mostra Competitiva, Meia Ponta, Palcos Abertos, Mostra de Dança Contemporânea e a famosa Feira da Sapatilha, onde se podem pechinchar os mais variados artigos usados para dançar e até encontrar famosos, como Ana Botafogo.

Apaixonados pela dança participam de cursos e oficinas nas diversas modalidades do balé, que acontecem durante todo o mês de julho, quase sempre com as inscrições esgotadas devido à enorme procura. A programação simultânea ao festival inclui também uma série de exposições, debates, apresentações de trabalhos acadêmicos e ações para dinamizar e estimular a atualização de estudantes e profissionais. Detalhe: o público tem acesso gratuito a todos esses eventos paralelos.


Apresentação da Companhia Quik

Engana-se quem pensa que os espetáculos do Festival de Joinville se restringem às academias, escolas de balé e profissionais da dança. Em palcos montados em praças, empresas, escolas e shoppings da cidade, pessoas de todas as idades assistem a várias coreografias especiais. Segundo os organizadores, o Festival de Dança de Joinville reúne mais de 4,5 mil participantes diretos e atrai um pú­blico superior a 200 mil pessoas.

O Guinness Book de 2005 classificou o encontro como o Maior Festival de Dança do Mundo!

Para saber mais, visite o portal do evento:
FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE 


*
Tânia Cotrim é editora do site do Cremesp



Este conteúdo teve 1723 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 190 usuários on-line - 1723
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior