PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Encontro nacional em Brasília fortaleceu as reivindicações da categoria


ENTREVISTA (pág. 4)
Paulo Hoff, diretor clínico do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octávio Frias de Oliveira


MEIO AMBIENTE (pág. 9)
Encontro discutiu consumo de alimentos geneticamente modificados


CRÔNICA (pág. 13)
Tufik Bauab - Presidente da Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico por Imagem


SAÚDE NO MUNDO (pág. 14)
Tebni Saavedra descreve o sistema público de saúde do Chile


DEBATE (pág. 14)
A autonomia dos médicos e a prescrição racional de medicamentos


HISTÓRIA (pág.23)
A evolução dos estudos voltados para a saúde pós-período renascentista


GIRAMUNDO (pág. 26)
Curiosidades da ciência, da história e da atualidade


PONTO COM (pág. 28)
Canal de atualização com as novidades do mundo digital


SINTONIA (pág. 30)
Antonio Francisco Lisboa: maior escultor barroco mineiro do final do século XVIII


MÉDICOS EM FOCO (pág. 36)
Uma análise da temática médica, quando foco principal das séries televisivas


HOBBY (pág. 40)
Guerrini, o colecionador de conchas, já contabiliza mais de 10 mil peças


TURISMO (pág. 42)
Agende suas próximas férias para o interior paulista e aproveite o contato com a natureza


CABECEIRA (pág. 47)
Sugestão de leitura da conselheira Ieda Therezinha Verreschi*


FOTOPOESIA (pág. 48)
Cantares - Antônio Machado


GALERIA DE FOTOS


Edição 52 - Julho/Agosto/Setembro de 2010

CRÔNICA (pág. 13)

Tufik Bauab - Presidente da Sociedade Paulista de Radiologia e Diagnóstico por Imagem



Homem com H

Quando Gilmar Alves de Souza (o nome é fictício, a história é 100% verdadeira e está toda no Diário da Região, de São José do Rio Preto) perdeu seus documentos e começou a providenciar as segundas vias, não percebeu que o primeiro papel que recebeu foi um passaporte para transitar pelo inferno da burocracia.

Gilmar, que até os 26 anos teve uma vida humilde, mas decente e honesta, procurou em primeiro lugar o cartório de registro civil de Engenheiro Schmitt, vilarejo onde mora. Poucos moradores sabem exatamente quem foi esse engenheiro e, com certeza, menos ainda sabem escrever corretamente o nome complicado.

Em Engenheiro Schmitt, a vida corre devagar, bem lenta, principalmente nos meses de outubro a março, período em que quase todos os dias a temperatura fica acima de 33 graus. Talvez por leseira ou distração, provocada por tanto calor, o cartorário tascou um “sexo: feminino” na segunda via da certidão de nascimento de Gilmar, que não percebeu nada até requerer nova carteira de identidade – negada por justa causa. Para o burocrata de plantão, Gilmar era nome de homem, o portador tinha todas as características masculinas, mas a certidão de nascimento dizia que era mulher. Pouco adiantou a argumentação macha de Gilmar, o que valia era o que estava no papel. E sem identidade não é possível obter título de eleitor, muito menos carteira de trabalho.

Um dos burocratas sugeriu a Gilmar que retornasse ao cartório para a “devida correção”. E lá foi a vítima para outra armadilha da burocracia. O cartorário que cometeu o erro, o único autorizado a alterar a tal certidão, não poderia fazê-lo por “justa causa”. Ele havia falecido, partido desta para outra.

 – E o cartorário substituto, por favor, não pode corrigir o erro?
 – Alterar uma certidão preenchida por “outrem”? Nem pensar.

Se para alguns parece cômico, para a vítima começava a ser trágico. Não conseguia nem arrumar emprego. A situação do rapaz ficou complicada. O cartorário que substituiu o falecido burocratizou mais ainda o imbróglio. E por incrível que possa parecer, segundo opinião de um promotor de justiça, cabe à vítima provar que é homem, e não mulher. É isso mesmo, o ônus da prova é do próprio Gilmar.

O passaporte masculino – chamemo-lo assim – é fácil de se reconhecer. Segundo os dicionários, pênis é o órgão sexual dos indivíduos do sexo masculino, dentre os vertebrados ou invertebrados que possuem órgãos sexuais. No ser humano, seu formato é cilíndrico; tem dimensões variáveis entre os 10 e 18 centímetros no seu estado ereto; é formado por dois tipos de tecidos (dois corpos cavernosos e um esponjoso) e, em sua extremidade, observa-se uma fenda, que é a terminação da uretra, canal que escoa o esperma e a urina.

Como nossa vítima aparenta ser um vertebrado, ficaria fácil ao cartorário de Schmitt (o que está vivo) descobrir a verdade. Bastava pedir para a vítima baixar as calças.

Mudança de sexo é bastante comum – aqui mesmo, no Hospital de Base de Rio Preto, a toda hora pênis vira vagina. Mas do contrário não se tem notícia. Pelo menos até agora, nenhum doutor conseguiu transformar vagina em pênis. Assim, se nossa vítima tiver entre as pernas um corpo cilíndrico, variando entre 10 e 18 centímetros, deve ser um pênis verdadeiro, não cirúrgico (portanto, não falsificado). E o portador do dito cujo é um vertebrado, do sexo masculino, desde o nascimento. Se o cartorário ainda tiver dúvida, a internet está lotada de fotos que o ajudarão a reconhecer o órgão de reprodução dos machos da espécie.

Caso o cartorário seja um “desidiente” (na linguagem do promotor) ou um preguiçoso negligente, em português vulgar, sugiro ao Gilmarzão que se poste sob a janela do tal cartorário e cante repetidamente, ad nauseam, aquela música de Antonio Barros, que ficou famosa na voz de Ney Matogrosso:

“Nunca vi rastro de cobra/
Nem couro de lobisomem/
Se correr o bicho pega/
Se ficar o bicho come/
Porque eu sou é home...”

Um dia qualquer ele conseguirá convencer o tal cartorário. 


Este conteúdo teve 153 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 312 usuários on-line - 153
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior