PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
Heiner Flassbeck, economista e diretor da Unctad


SINTONIA (pág. 9)
José Ricardo de C. M. Ayres*


CRÔNICA (pág. 12)
Antonio Prata*


CONJUNTURA (pág. 14)
Os problemas da população de rua


DEBATE (pág. 18)
Haino Burmester e Laura Schiesari


MÉDICOS NO MUNDO (pág. 24)
O atendimento da população em regiões de alto risco


SUSTENTABILIDADE (pág. 28)
Alerta para o consumo de alimentos contaminados


GIRAMUNDO (págs. 30 e 31)
Curiosidades da ciência e tecnologia, da história e atualidade


PONTO COM (págs. 32/33)
Acompanhe as novidades que agitam o mundo digital


EM FOCO (pág. 34)
Sherlock Holmes, um doutor detetive


LIVRO DE CABECEIRA (pág. 37)
Sugestão de leitura de Krikor Boyaciyan*


HOBBY (pág. 38)
Esporte já não é exclusivo do universo masculino


CULTURA (pág. 40)
Arte urbana conquista espaço internacional


GOURMET (pág. 45)
Arroz indiano


POESIA( pág. 48)
Ana Cristina César


GALERIA DE FOTOS


Edição 57 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2011

PONTO COM (págs. 32/33)

Acompanhe as novidades que agitam o mundo digital



Diretas-Já, agora na internet

   
     Não faz tanto tempo assim, porém a maioria dos jovens nascidos há 20 e poucos anos não tem a menor ideia de como aconteceu a maior mobilização de rua já feita por brasileiros, a campanha pelas Diretas-Já. Com o objetivo de tentar explicar a dimensão desse movimento e como ele uniu líderes políticos tão divergentes, que hoje se engalfinham pelo poder, o jornalista Paulo Markun criou um site: o www.bradoretumbante.org.br. Nele, estão disponibilizados 70 depoimentos inéditos de personalidades sobre o assunto.

Fonte: Folha de S. Paulo




Em 21 horas!

Desaparecido durante vários dias, o alemão-americano Jacob Boehm, de 22 anos, foi encontrado graças às redes sociais. Ele foi para o Japão com amigos, mas continuou a viagem sozinho. Em 13 de agosto, avisou pelo Google que estava na Malásia e, depois disso, ficou uma semana sem dar informações. Preocupados, seus pais começaram a procurá-lo por meio de consulados e e-mails dirigidos a amigos dele. Em pouquíssimo tempo, a mensagem sobre o seu desaparecimento espalhou-se na internet, até que uma autora de guia turístico comunicou, via rede social, que ele tinha sido visto perto da floresta malaia Taman Negara. As buscas se concentraram na região e, aproximadamente 21 horas após a primeira postagem no Facebook e no Twitter, Boehm foi encontrado.

Fonte: NewYork Times/Folha de S. Paulo


“Cansei” das redes sociais?

“Sinais de fadiga” no uso de redes sociais como Facebook, Orkut e Twitter foram identificados em usuários de diversos países. A conclusão é da consultoria especializada em tecnologia da informação Gartner, que ouviu 6,3 mil pessoas, de 13 a 74 anos de idade, em 11 países desenvolvidos e emergentes, entre eles o Brasil. Do total, 37% afirmaram ter aumentado o uso de redes sociais, principalmente entre os mais jovens. Contudo, 24% disseram que estão usando as redes sociais menos do que no início. Os motivos mais citados do cansaço são a exposição da privacidade e a superficialidade dos comentários postados por outros usuários.


Fotos de antes, recursos de hoje

Fotografias memoráveis foram tiradas, antigamente, com as velhas câmeras analógicas. Como elas ficariam se fossem tratadas com os recursos tecnológicos atuais, como o Instagram, do iPhone, que adiciona filtros retrôs fazendo qualquer foto parecer artística e estilizada? O blog http://mastergram.tumblr.com resolve essa dúvida e reproduz fotos famosas antigas como se tivessem sido tiradas com o aplicativo. Algumas ficaram tão boas quanto na versão original, outras nem tanto. Para quem quiser comparar, a foto original também está disponível.

Fonte:
Uol Tecnologia


Ser Médico recomenda...

    ... o vídeo na internet que mostra o relato emocionante da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, a respeito de como passou a ouvir sua própria voz cultural, advertindo sobre a tendência de se estigmatizar uma pessoa ou todo um povo a partir de uma única versão. “As histórias que ouvimos desde pequenos dependem do poder de quem as conta e da grande mídia”, afirma Chimamanda, que iniciou estudos de Medicina em seu país, mas aos 19 anos ganhou uma bolsa nos Estados Unidos, onde estudou Comunicações e Ciências Políticas, na Universidade de Drexel. Escreveu cinco livros, traduzidos para diversos idiomas, mas só dois para o português: Hibisco Roxo e Meio Sol Amarelo. Recebeu prêmios como o Commonwealth Writers Prize for Best First Book, O. Henry Prize e o Orange Prize for Fiction.
Vale a pena reservar uns minutos para
 assistir ao vídeo.




Este conteúdo teve 165 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 452 usuários on-line - 165
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior