PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Mauro Gomes Aranha de Lima - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
Peggy Cohen-Kettenis


CRÔNICA (pág. 10)
Tufik Bauab*


EM FOCO (pág. 12)
Informação científica


ESPECIAL (pág. 16)
Por que as cotas raciais são importantes? - Aureliano Biancarelli


CONJUNTURA (pág. 24)
Qualidade de vida


CARTAS E NOTAS (Pág. 27)
Cremesp facilita localização de pessoas desaparecidas


HISTÓRIA DA MEDICINA (Pág. 28)
Patrimônio histórico


GIRAMUNDO (Pág. 32 e 33)
Avanços da ciência


PONTO COM (Pág. 34 e 35)
Mundo digital & tecnologia científica


SINTONIA (Pág. 36)
Literatura & Medicina


TURISMO (págs. 40 a 43)
Aurora boreal


CULTURA (págs. 44 a 47)
O Rubaiyat de Omar Khayyam


FOTOPOESIA (pág. 48)
Ano Novo


GALERIA DE FOTOS


Edição 77 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2016

PONTO COM (Pág. 34 e 35)

Mundo digital & tecnologia científica

Arte contemporânea online


Fredérique Barba/ Sem título 07,2012
 

Quer iniciar uma coleção de arte contemporânea de qualidade ou simplesmente dar um charme na decoração da casa? É possível começar pela internet. O site Artsper reúne 35 mil obras de 900 galerias – entre as quais, o quadro acima –, que vão de grandes artistas como Basquiat, Warhol ou Bansy a jovens e iniciantes talentos. Os valores delas, principalmente pinturas, esculturas e fotografias, também variam, indo de cerca de 150 a dezenas de milhares de euros. A start-up, sediada em Paris, França, foi criada em 2013 e, segundo a revista GQ francesa, o portal transformou-se em referência na internet em matéria e-commerce artístico. Porém, é preciso considerar que a devolução, por qualquer razão, de alguma obra adquirida, não é possível para quem mora fora do território da Comunidade Europeia. Mais informações em: http://www.artsper.com (em inglês e em francês).

 

Histórico do Facebook


Welcomia/iStock

Quer checar o que você já escreveu em sua página no Facebook? Pode ser que você se arrependa de algumas postagens ou ria de outras. Mas viver também é recordar, né? Segundo o site http://olhardigital.uol.com.br isso é bem simples. Basta seguir os seguintes passos: 1) No seu perfil, clique em “Ver Registro de Atividades”; 2) No menu lateral, escolha “Curtidas” e veja tudo o que você curtiu; 3) Se quiser ler todos os comentários que você publicou na rede social, vá em “Comentários”.

 

Malhando o cérebro

Exercícios físicos fazem bem para o corpo e para a mente, mas malhar, também, especificamente o cérebro é melhor ainda. Recursos tecnológicos não faltam. Há uma infinidade de aplicativos que podem ser baixados em smartphones ou no computador, mas alguns são considerados os melhores. A partir desta edição da Ser Médico, divulgaremos uma série de cinco deles – um de cada vez, – selecionados pelo site http://educacao.uol.com.br. Comecemos pelo Luminosity. Nesse app você pode selecionar o que quer melhorar: memória, atenção, velocidade, flexibilidade ou resolução de problemas. Em relação à atenção, por exemplo, há opção para quem quer aprender a se concentrar melhor ou aumentar a produtividade e a precisão. Após a escolha de opções, o aplicativo cria um programa de desafios personalizados para o usuário e adapta as atividades de acordo com sua performance. E ainda tem download grátis da versão básica.

 

Sair ou ficar?

Pesquisa feita com 4.831 usuários de mídias sociais, pela empresa Kaspersky Lab em 12 países, entre eles o Brasil, revelou que 78% deles já consideraram sair das mídias sociais pelos seguintes motivos: 39% acham que estão perdendo muito tempo; 30% ficam incomodados com o monitoramento feito pelas grandes empresas de tecnologia; 4% não aguentam mais bullying em seus posts; 3% porque a página foi hackeada e parte da vida arruinada; 15%, por outros motivos. No entanto, como era de se esperar, a principal razão para permanecer nessas mídias foi, para 62% dos entrevistados, manter contato com parentes e amigos (62%); 21%, pela vontade de compartilhar memórias online;e 18%, por usar as mídias sociais para entrar em serviços da web.

 

Faça como Snowden

Cada vez mais, usuários de aplicativos de trocas de mensagens se preocupam, com razão, com segurança e privacidade. O What´s App tornou-se, segundo a BBC Brasil, alvo de questionamentos após ter sido comprado pelo Facebook, levando ao compartilhamento de alguns dados entre as duas redes sociais. Para evitar problemas, você pode seguir o exemplo de Edward Snowden, o ex-analista da CIA (Central Intelligence Agency) dos Estados Unidos, que divulgou detalhes sobre programas de vigilância do governo estadunidense. Ele usa o Signal Private Messenger, um aplicativo grátis, para Android e iOS, que é completamente criptografado. Para se registrar no Signal, basta um número de celular, sem necessidade de nome de usuário ou e-mail.

 

Gerando óvulos

Pela primeira vez, cientistas japoneses conseguiram usar células-tronco para criar in vitro óvulos de camundongo (foto acima), desenvolvendo, em seguida, embriões que, transferidos para as fêmeas de camundongos, geraram filhotes saudáveis e férteis, em 4% dos casos. A pesquisa – liderada por Katsuhiko Hayashi, da Universidade de Kyushu, no Japão – traz novas perspectivas para estudos sobre a reprodução animal e humana. Estudiosos acreditam que a pesquisa, recém-publicada na revista Nature, pode levar a novos tratamentos contra a infertilidade. Mas, ressalvam, faltam, ainda, muitos estudos para se chegar à aplicação na medicina. Mais informações: http://www.nature.com/news/mouse-eggs-made-from-skin-cells-in-a-dish-1.20817

 


Este conteúdo teve 134 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 223 usuários on-line - 134
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior