PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
Mauro Gomes Aranha de Lima - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
Paulo Saldiva


CRÔNICA (pág. 10)
Mario Prata


CONJUNTURA (pág. 12)
Aids: novos e velhos desafios


DEBATE (pág. 16)
O teto dos gastos públicos é realmente necessário?


HISTÓRIA DA MEDICINA (Pág. 23)
O outro lado das guerras


SINTONIA (pág. 26)
A sétima arte e humanização da Medicina


GIRAMUNDO (Pág. 30 e 31)
Avanços da ciência


PONTO COM (Pág. 32 e 33)
Mundo digital & tecnologia científica


HOBBY DE MÉDICO (págs. 34 a 37)
Adolfo Leirner


CULTURA (págs. 38 a 41)
Osesp


GOURMET (Pág. 42)
Edmund Baracat


CARTAS & NOTAS (pág. 46)
Espaço dos leitores


FOTOPOESIA (pág. 48)
Carlos Drummund de Andrade


GALERIA DE FOTOS


Edição 78 - Janeiro/Fevereiro/Março de 2017

PONTO COM (Pág. 32 e 33)

Mundo digital & tecnologia científica

Cada árvore, uma pessoa

O fotógrafo francês Philippe Echaroux resolveu utilizar a arte para conscientizar as pessoas sobre o desmatamento na Amazônia, projetando rostos de indígenas da tribo Paiter Surui, de Rondônia, em árvores ancestrais da região. A exposição a céu aberto foi feita com um projetor, um gerador portátil e fotografias digitais e não danificou nenhuma árvore para ser realizada. A mensagem do artista é que “quando se corta uma árvore, se mata um homem”, expressando a importância que a floresta tem para os povos que nela vivem. Para conhecer mais sobre o projeto Street Art, acesse: https://vimeo.com/186292149?from=outro-embed e www.philippe-echaroux.com. É possível, também, acompanhar o artista pelo Facebook e Youtube (Philippe Echaroux) e pelo Twitter (@ PhilEcharoux).

Causa da morte: selfie

A modinha das selfies não passou e, pelo jeito, não vai passar tão cedo. Mas se tornou perigosa em alguns casos. Na busca pelo melhor ou mais original e perigoso ângulo, para impressionar os seguidores das redes sociais, 127 pessoas morreram por causa delas no mundo, desde março de 2014, quando foi registrada, por fonte confiável, a primeira morte. A informação é de um estudo de doutorado da Universidade de Carnegie Mellon, de Pittsburgh, nos EUA. A maioria dos acidentes fatais é causada por quedas de penhascos e topos de prédios. Pensando nisso, os pesquisadores estão desenvolvendo um aplicativo, em fase de testes, para alertar pessoas em situação em risco, por meio de uma combinação de serviços de localização e reconhecimento de partes de imagem que sugerem um local inseguro.

Igual ao cérebro humano

A China, como se sabe, não brinca em serviço. Dessa vez, está empenhada em produzir um supercomputador com capacidade igual à do cérebro humano. Previsto para 2020, o Exascale 10 – que será mais potente do que qualquer máquina já existente – trará notáveis avanços para a chamada “supercomputação”, que utiliza processamento de grandes volumes de dados e computação em nuvem. Prevê-se que ele será 10 vezes mais potente que os atuais líderes, o Sunway TaihuLight e o Tianhe-2, também chineses. O terceiro lugar fica com o computador do Departamento de Energia dos Estados Unidos, o Titan. E, como se não bastasse, o Exascale 10 será o primeiro supercomputador chinês que não utilizará nenhuma tecnologia norte-americana.

Adeus, computador

São raras as pessoas que ainda utilizam o computador para acessar as redes sociais após a revolução tecnológica proporcionada por smartphones e tablets, que possibilitaram o acesso mais rápido à informação, conteúdos e filmes, entre outros. O computador ficou restrito a algumas atividades específicas. E, se depender do novo processador Snapdragon 835, a transição de praticamente todas as atividades para o celular está próxima.  O aparelho, desenvolvido por uma empresa norte-americana, tem chip de 10 nanômetros (tamanho equivalente a 0,000001 cm), octa-core (oito núcleos) e velocidade máxima de 2,45 GHz. Traduzindo: a mudança significa, entre outras possibilidades, um processador 35% menor, que usa 25% menos energia, roda novos programas e consegue carregar cinco horas de bateria em cinco minutos.

Monet no You Tube

Ver Claude Monet (1840-1926) pintando suas Ninfeias (plantas aquáticas), na famosa casa em Giverny, França, onde viveu 43 anos, até sua morte, parece fora de cogitação. Pois não é que a internet, ou mais especificamente o You Tube, torna isso possível? O raríssimo e, provavelmente único vídeo existente do famoso pintor impressionista foi gravado em 1915 no seu exuberante jardim, diversas vezes retratado em seus quadros. Atualmente, a antiga residência de Monet é um museu dedicado a ele, e abriga a Fundação Monet. Confira em: https://www.youtube.com/watch?v=Mt17zgixo78.

Rosie X corrupção

Um grupo de brasileiros, que reúne desenvolvedores de softwares e um sociólogo, resolveu combater a corrupção criando uma plataforma, apelidada de Rosie (inspirado no desenho “Os Jetsons”), para identificar como os deputados federais utilizam a verba pública. A iniciativa – financiada por crowdfunding (financiamento coletivo) – analisa, por exemplo, pagamentos feitos em curto prazo em cidades muito distantes, compras feitas fora de Brasília enquanto o deputado discursava em plenário, valores considerados acima do normal e outras contradições. Em novembro último, no primeiro teste, Rosie identificou 40 anomalias, das quais nove foram reconhecidas pela Câmara como mau uso de verba, como 13 almoços no mesmo dia reembolsados a um deputado de Santa Catarina.

Colaborou: Caroline Ferrari


Este conteúdo teve 2241 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 263 usuários on-line - 2241
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior