PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL (pág. 2)
Bráulio Luna Filho*


ENTREVISTA (pág. 3)
Marcos da Costa, presidente da OAB-SP


ÉTICA (pág. 4)
Conflitos de interesse


CAMPANHA (pág. 5)
Mobilização em apoio às Mães da Sé


CONSULTA (pág. 6)
Código de ética e publicidade


CONFEMEL (pág. 7)
Capital estrangeiro


SUS (pág. 8)
Mobilização


FINANCIAMENTO (pág. 9)
Programa de Aceleração do Crescimento


INSTITUIÇÕES (pág. 10)
Hospital de Câncer de Barretos


AGENDA (pág. 11)
Atividades do Cremesp


EU, MÉDICO (pág. 12)
Vida profissional x vida pessoal


JOVENS MÉDICOS (pág. 13)
II Fórum do Médico Jovem


BIOÉTICA (pág. 15)
Herança genética


ENSINO MÉDICO (pág. 16)
Código de Ética e Estudantes


GALERIA DE FOTOS



Edição 324 - 04/2015

JOVENS MÉDICOS (pág. 13)

II Fórum do Médico Jovem


Futuro da Medicina é discutido no âmbito dos Conselhos


Abertura do Fórum contou com a participação de diretores do CFM
e representantes de entidades médicas


Entre os desafios dos novos médicos está a capacidade de lidar com a inclusão digital, que tornou o paciente mais questionador
 

Os desafios, direitos e deveres dos médicos brasileiros recém-formados ou com até 10 anos de exercício da profissão foram debatidos no II Fórum do Médico Jovem, realizado na cidade de Recife (PE). O evento, promovido pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), aconteceu entre os dias 8 e 9 de abril.

“Eu me considero um médico jovem por continuar construindo a Medicina em prol da nossa sociedade. Também não posso deixar de considerar o ético trabalho da Medicina na contemporaneidade e afirmar que são esses jovens que terão que extinguir e erradicar as mazelas da Saúde”, declarou Carlos Vital Corrêa Lima, presidente do CFM, na abertura do evento.

Ao longo da programação, foram abordadas questões como prontuário médico, declaração de óbito, Residência Médica, aspectos éticos e bioéticos da profissão, carreira de Estado e esclarecimentos acerca das Resoluções do CFM sobre Urgências e Emergências. 
 

Gestão da informação

Outro assunto pertinente aos jovens médicos é a gestão de informação na Medicina, tema da palestra de Fernando Carbonieri, diretor do Portal Academia Médica. Ele alertou para a urgência com que os profissionais devem se preparar para um cenário de intensa inclusão digital no mundo e lembrou que, entre os mais de 2 bilhões de usuários com acesso à internet, pesquisas relacionas à Saúde estão em segundo lugar entre as mais comuns na rede, exigindo que o médico saiba lidar com essa nova realidade.


Ética

Os aspectos legais e éticos foram abordados pelos conselheiros do CFM, José Albertino Souza e Francisco Atanásio Moraes Neto, que elucidaram dúvidas e ajudaram os jovens médicos a compreenderem as implicações e responsabilidades legais da declaração de óbito e prontuário médico. Já Márcio Silva Fortini apresentou aos participantes as dificuldades existentes no mercado de trabalho, com as múltiplas possibilidades de vínculos, nem sempre favoráveis aos jovens profissionais.


Urgências e emergências

O 1º vice-presidente do CFM, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, capitaneou um debate sobre a aplicação das Resoluções 2.077/14 e 2.079/14, que trazem orientações para o funcionamento das urgências e emergências em prontos-socorros, hospitais e Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). Ele apresentou os fluxos, dimensionamentos recomendados e responsabilidades definidas nas regras.

A Comissão de Integração do Médico Jovem planeja realizar outras três edições do evento, sendo uma na Região Sul e outras no Sudeste e no Centro-Oeste.  O I Fórum do Médico Jovem aconteceu em novembro de 2014, em Porto Velho (RO) e promoveu temas como as dificuldades dos médicos jovens, o mercado de trabalho competitivo e o cotidiano da Medicina.
 


Ameresp firma parceria com Cremesp


Luna Filho, Moreira e Garcia: pauta em comum de discussões
junto ao governo


Trabalho conjunto produzirá julgamentos simulados em todo o Estado de São Paulo, voltado para os médicos residentes
 

A Associação dos Médicos Residentes do Estado de São Paulo (Ameresp) solicitou apoio do Cremesp para cumprir sua pauta de discussões junto ao governo, que inclui temas a respeito do serviço civil obrigatório, universalização das bolsas para Residência Médica e atuação na Câmara Nacional de Residência Médica, entre outros assuntos. A parceria foi estabelecida durante reunião, na sede do Conselho, neste dia 23 de março, entre o presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), Bráulio Luna Filho; o conselheiro e coordenador da Câmara Temática do Médico Jovem, Nívio Moreira; e o presidente da Ameresp, Diego Ferreira de Andrade Garcia.

A Ameresp também contará com o apoio do Cremesp para a realização de julgamentos simulados em todo o Estado de São Paulo, voltados para o residente, visando evitar erros médicos por desconhecimento e inexperiência. A ação será iniciada pelos maiores serviços de Residência do Estado.


Este conteúdo teve 497 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 7h às 21h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 202 usuários on-line - 497
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior