PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PÁGINA 3
Editorial


PÁGINA 4
Ensino médico


PÁGINA 5
Balanço da gestão 2013-2018


PÁGINA 6
Balanço da gestão - Prestação de contas


PÁGINA 7
Entrevista - Lavínio Nilton Camarim


PÁGINAS 8 E 9
Defesa profissional


PÁGINAS 10 E 11
Serviços


PÁGINA 12
Jovem médico


PÁGINA 13
Comunicação e Bioética


PÁGINA 15
Agenda da Presidência


PÁGINA 16
Ressonância


GALERIA DE FOTOS



Edição 362 - 09/2018

PÁGINA 5

Balanço da gestão 2013-2018


Campanha pelo Exame Obrigatório

Milhares de assinaturas recolhidas durante percurso da Caravana do Cremesp serão entregues a parlamentares

A má qualidade do ensino médico e o desempenho insatisfatório dos alunos no Exame do Cremesp – decorrentes da abertura indiscriminada de faculdades de Medicina no
país – motivaram o Conselho a lançar uma campanha, em outubro de 2017, para tornar obrigatório o exame de proficiência a alunos recém-formados nos cursos de Medicina em nível nacional. Para promover a iniciativa, foram realizadas diversas ações, entre elas, a Caravana pelo Exame Obrigatório, um circuito itinerante pelo Estado de São Paulo.

Com a participação do presidente do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim, a Caravana
teve início em 5 de março deste ano, na cidade de Franca, e percorreu 10 cidades do Estado, incluindo a capital paulista, onde se deu o encerramento, no dia 28 de maio.

Ao longo do percurso, a caravana conseguiu mobilizar médicos, estudantes e a população em geral, arrecadando 8.450 assinaturas no abaixo-assinado, mais 27.607, até o fechamento desta edição, por meio de uma petição online no site do Exame Obrigatório, em apoio ao PL 165/17, que institui uma avaliação nacional obrigatória para o exercício da Medicina. Somadas as adesões online e as obtidas pela Caravana,
a iniciativa reuniu mais de 36 mil assinaturas em favor do exame.

Campanha ganha apoio nacional

Pioneiro na criação de um exame para recém-formados em Medicina no estado de São
Paulo, o Cremesp conquistou a adesão de entidades médicas nacionais na defesa de uma lei que torne obrigatória uma avaliação para egressos de escolas médicas em todo o país.

Entidades médicas conseguem suspensão de novos cursos por cinco anos

Após diversas manifestações públicas contra a abertura indiscriminada de escolas de Medicina, principalmente no Estado de São Paulo, o Cremesp, o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Médica Brasileira (AMB) e outras instituições médicas
conquistaram uma moratória que impede, por cinco anos, a criação de novos cursos no país.

A portaria de suspensão foi assinada pelo então ministro da Educação, José Mendonça Filho, em 5 de abril, em cerimônia realizada em Brasília, que contou, entre outros, com a presença do presidente do Cremesp, Lavínio Nilton Camarim, e do professor da Faculdade de Medicina da USP e cirurgião do Hospital Sírio Libanês, Raul Cutait.

Conselho paulista cria comissão e firma convênios para aprimorar ensino

A consolidação do Exame do Cremesp como importante instrumento de avaliação
do ensino médico pôde ser creditada a ações como a criação da Comissão de Avaliação Permanente do Ensino Médico (Capem), em julho de 2015. Composta
por conselheiros e acadêmicos de escolas de Medicina do Estado de São Paulo, a Capem foi criada para desenvolver metodologias de avaliação da formação em Medicina e promover educação continuada por meio de convênios com instituições médicas.

Curso de Revisão em Medicina

As parcerias que o Conselho vem estabelecendo com instituições médicas para o aprimoramento da Medicina têm impactado positivamente os resultados obtidos no Exame do Cremesp. Uma delas foi firmada com o Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa (IIEP) do Hospital Albert Einstein, em 2015, e disponibilizou o Curso de Revisão em Medicina no site Cremesp Educação.

Apem

Em parceria com o Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês, o Cremesp lançou, em novembro de 2016, o programa Avaliação Periódica do Ensino Médico (Apem), baseado no modelo do National Board of Medical Examiners (NBME), dos Estados Unidos. A avaliação, que tem duas etapas – ciclo básico aplicado, aos graduandos do 3º ano; e ciclo clínico, aos estudantes do 5º ano –, foi realizada pela primeira vez em 2017. A segunda edição aconteceu em 12 de setembro de 2018.


 


Este conteúdo teve 683 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 8h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h

CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 192 usuários on-line - 683
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior