PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

CONJUNTURA
Pesquisas negligenciam doenças de populações pobres


EDITORIAL
Presidente do Cremesp espera que a palavra "saúde" não se restrinja aos brindes de final de ano


ESPECIAL
Profissionais de comunicação falam das dificuldades para cobrir a área de saúde


CRÔNICA
Milton Hatoum fala sobre um fato que inspirou cena de "Cinzas do Norte"


MEIO AMBIENTE
São Paulo deu as costas para o Tietê, ao contrário de outras grandes metrópoles como Paris, Londres ou Chicago, crêe autor


DEBATE
Cremesp promove debate para discutir mudanças sobre medicamentos manipulados


SINTONIA
Confira aspectos sobre o impacto da doação de órgãos em familiares


HISTÓRIA DA MEDICINA
Meningite, a epidemia que a ditadura não conseguiu esconder


EM FOCO
Filha de Durval Marcondes mostra carta de Freud a seu pai


CULTURA
Grafiteiro e fotógrafa criam nova modalidade de arte, a fotografite


ACONTECE
São Paulo ganha mais um Niemeyer


LIVRO DE CABECEIRA
Médica da Unifesp fala da obra "A Falsa Medida do Homem"


HOBBY DE MÉDICO
Médica domina técnica de produção de papel japonês feito à mão


CARTAS & NOTAS
Veja como pensam nossos leitores e quais foram as referências bibliográficas usadas


FOTOLEGENDA
Uma imagem da estátua do Cristo Redentor foi projetada na fachada da Catedral de Notre Dame em Paris


GALERIA DE FOTOS


Edição 33 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2005

CARTAS & NOTAS

Veja como pensam nossos leitores e quais foram as referências bibliográficas usadas


Genética e eugenia
Venho apresentar a minha discordância sobre a matéria da revista Ser Médico, nº 32, pág. 31, escrita pela conselheira Ieda T.N. Verreschi, a qual faz comentários sobre o livro de Edwin Black, fazendo “colocações muito pouco apropriadas sobre a Genética Humana e Médica”. Entre outras barbaridades diz que a genética substituiu a eugenia em seus objetivos de uma raça pura, que os geneticistas estão a serviço de empresas de biotecnologia que conspiram ou declararam guerra contra os mais fracos e que colocam os princípios da eugenia para o controle de sexo, controle estatal da reprodução, a manipulação materna para o abortamento, etc. Tenho certeza que não houve uma editoração cuidadosa desta matéria e que a mesma não é a opinião do Cremesp. (...) A Genética Médica e Clínica é uma especialidade médica em quase todo mundo, inclusive no Brasil, trabalhando sobre princípios éticos do Aconselhamento Genético Psicológico Não Diretivo, onde a base é a liberdade de escolha da família. (...) Não podemos querer impor nossas convicções filosóficas, morais ou religiosas a toda a sociedade, pois antes de tudo o nosso Estado é laico, ou deveria sê-lo. (...).

João Monteiro de Pina-Neto
Dep. Genética, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-SP
CRM 26.450

Prezado professor,
O que é referido em sua mensagem como comentários de minha autoria sobre “colocações muito pouco apropriadas sobre a Genética Humana e Médica” são fatos colhidos, descritos e documentados pelo jornalista investigativo norte-americano Edwin Black, no livro ‘Guerra contra os fracos’. Não há, portanto, falha da editoração, mas o relato sintético e fiel do que foi lido nas 860 páginas da tradução de Tuca Magalhães para a Editora Girafa, 1ª edição, dezembro de 2003. Pela leitura dos capítulos 20 e 21 fica evidente serem do autor as ditas “barbaridades” a que o senhor se refere.
O Cremesp é composto por 42 conselheiros que apresentam um democrático pluralismo de opiniões. Nele, ao contrário do que se espanta o professor, não há espaço para totalitarismo científico ou ideológico, religioso ou laico. Os dilemas bioéticos aqui são pensados com base na melhor técnica, em ambiente de estimulante diversidade intelectual, na qual a minha expressão é apenas uma delas.
Ieda T N Verreschi
Conselheira e profª Adjunta de Endocrinologia – Unifesp/EPM
CRM 12.509

Estado virtual
Eu gostaria de cumprimentar e parabenizar na pessoa do dr. Isac Jorge Jorge Filho todos os responsáveis pela edição da revista Ser Médico, nº. 32, com especial atenção a matéria “Roraima-um Estado virtual”.

Roque Vieira Neto
Roraima

Matérias diversificadas
Prezado profº Isac,
Estava lendo a revista Ser Médico e não poderia deixar de parabenizá-lo. Sinceramente, é a única revista científica que conheço que não é publicada “restritamente para a classe médica”. Ela contém matérias diversificadas da área médica. As entrevistas são bastante interessantes. (...).

Márcia Rodrigues
Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva

Agradecimentos
Ao médico Chaim José Hamer, por autorizar o uso de imagem do quadro “Complexo de Édipo”, do pintor de Ismael Nery, na matéria “Um Freud confidencial”, págs. 32 à 35.

À Luciana Rangel, por autorizar o uso de ilustração de Freud, no traço de Tarsila do Amaral, também na matéria “Um Freud confidencial”.

À Cristina Fonseca, por autorizar a reprodução de fotos do rio Tietê, na matéria “Sinal de vida no rio Tietê” págs. 16 à 19.


Referências bibliográficas

Crise na pesquisa de drogas para doenças
negligenciadas, págs. 10 à 13

Patrice Trouiller et al., “Neglected diseases and pharmaceuticals: between deficient market and public health failure” (Doenças negligenciadas e medicamentos: entre o mercado deficiente e a falha na saúde pública), no prelo, 2001.

Global Forum for Health Research, The 10/90 Report on Health Research.
www.globalforumhealth.org (2002).

Impacto da doação de órgãos em familiares,
págs. 25 à 27

Lamb D. Transplante de órgãos e ética. São Paulo: Hucitec; 2000.
Clark PA. To be or not to be a donor: a persons right of informed consent. Current Opinion in Organ Transplantation 2003;8(4):334-340.

Jasper JD, Nickerson CA, Ubel PA, Asch DA. Altruism, incentives, and organ donation: attitudes of the transplant community.
Med Care 2004;42(4):378-86.

WHO. Ethics, access and safety in tissue and organ transplantation: Issues of global concern. Madrid: World Health Organization; 2003.

Sugestões e críticas podem ser enviadas via Correio, fax ou e-mail para os endereços e números que constam do expediente da Revista. Reservamo-nos o direito de editar ou publicar parcialmente as cartas enviadas.


Este conteúdo teve 134 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 238 usuários on-line - 134
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior