PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (SM pág. 1)
Novo movimento deve unir médicos e sociedade contra o descaso e a falta de prioridade com as quais a Saúde vem sendo tratada


ESPECIAL 1 (SM pág. 4)
Ser Médico comemora 10 anos em grande estilo. Seu conteúdo diversificado agrada a todos, médicos inclusive...


ESPECIAL 2 (SM pág. 5)
Ser Médico 10 anos: acompanhe trechos de artigos memoráveis da revista


CRÔNICA (SM pág. 12)
Nesta edição comemorativa, uma crônica bem-humorada e inteligente de Moacyr Scliar. É preciso dizer mais?!?


SINTONIA (SM pág. 14)
Congresso Brasileiro de Bioética: acompanhe síntese da palestra da cientista política Adela Cortina


CONJUNTURA (SM pág. 18)
Médicos e indústria farmacêutica: a falta de limites para conflitos de interesse


MEIO AMBIENTE (SM pág. 21)
Parece sonho, mas é realidade. A Reserva Ecológica Mamirauá existe. Mesmo.


DEBATE (SM pág. 25)
AVC: um RX da situação epidemiológica e condutas no atendimento do paciente, no Brasil


COM A PALAVRA (SM pág. 32)
Humanização da Medicina. Idéia atual? Não senhor! Já estava bem presente no passado...


GOURMET (SM pág. 39)
Prepare sua mesa. Você não vai conseguir resistir a esta receita...


TURISMO (SM pág. 42)
Ah... esse deserto você precisa conhecer. É ali, no Maranhão! Acompanhe o texto, veja as fotos!


LIVRO DE CABECEIRA (SM pág. 47)
Às margens do Sena, junto a Maison De La Radio... você já ouviu esse bordão?


POESIA (SM pág. 48)
Toda a emoção de um trecho de Entre o que Vejo e o que Digo, do poeta mexicano Octavio Paz


GALERIA DE FOTOS


Edição 41 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2007

LIVRO DE CABECEIRA (SM pág. 47)

Às margens do Sena, junto a Maison De La Radio... você já ouviu esse bordão?

Diretamente de Paris

“Aqui Jovem Pan Paris; às margens do Rio Sena, junto a Maison De La Radio, os termômetros marcam...”.  Com esse bordão, Reali Jr., correspondente da emissora em Paris desde 1972, abre sua participação diária na programação jornalística, comentando notícias da Europa e do Brasil. A experiência de 35 anos como correspondente internacional, além do trabalho para outros veículos de comunicação, são relatados no livro Às margens do Sena, lançado em junho pela editora Ediouro.

Gianni Carta, autor do livro e amigo de Reali, propôs escrever a trajetória da carreira do jornalista em forma de entrevista, com ele e sua esposa Amélia – intercalada por  comentários de repórteres e jornalistas contemporâneos de Reali. É um registro da história recente do Brasil pela ótica de um jornalista que faz revelações dos bastidores da notícia – por exemplo, o que era tramado no Palácio do Governo de São Paulo, ocupado por Adhemar de Barros, e os telefo-
nemas trocados com outros governadores e generais na noite que antecedeu ao golpe militar de 1964.

Reali Jr. transformou sua casa em Paris em uma espécie de embaixada brasileira, onde recebia personalidades exiladas para almoços preparados por Amélia. Figuras como Jango, Jânio Quadros, Leonel Brizola e Glauber Rocha, entre outros, tornaram-se próximos e até confidentes do radialista. O livro também aborda as dificuldades da carreira e os relacionamentos nem sempre amistosos com outros profissionais da imprensa; as dificuldades em executar algumas pautas jornalísticas; os artigos não publicados; e a busca diária da notícia com um enfoque de quem vive fora do país.

O leitor de Às margens do Sena tem a oportunidade de conhecer fatos Inusitados, analisados de um palco privilegiado.

Obra:  Às margens do Sena
Autor: Reali Jr.
Editora: Ediouro


Errata
Na matéria sobre estudantes estrangeiros de Medicina intitulada, Longe de Casa, da Edição nº 40, a jamaicana Chevanese Marisa Miller optou por estudar no Brasil porque o processo seletivo ocorreu antes que o de Cuba, e não por insuficiência de pontos para garantir a vaga naquele país, como noticiamos.

Fontes e referências bibliográficas
Do artigo “Alegria e riso na medicina” - Págs. 34 a 37

- Agrimi, Jole & Chiara Crisciani. Les Consilia Médicaux. Turnhout (Bélgica), Brepols, 1994.
- Alberti, Verena. O riso e o risível na história do pensamento. Rio de Janeiro, Jorge Zahar/Fundação Getúlio Vargas, 1999.
- Escola de salerno. Regimen Sanitatis Salernitanum.  A versão inglesa por Sir John Harington... Nova Iorque, Augustus M. Kelley, 1970.
- Finney, Gretchen. “Vocal Exercise in the Sixteenth Century related to Theories of Physiology and Disease”. Bulletin of the History of Medicine XLII (1968): 422-449.
- Fry, William F. “The biology of humor”. Humor 7 (1994): 111-126.
- Mercuriale, Girolamo. Arte Gimnástico. (Versão espanhola, originalmente datando de 1845, provavelmente baseada na sétima e póstuma edição latina, impressa em Amsterdã, em 1672.) Madri, Instituto Nacional de Educação Física, 1973.
- Nascimento, Carlos Arthur R. do. “Rir é o próprio do homem”. Trans/Form/Ação 21-22 (1998-1999): 27-32.
- Provine, Robert R. “Laughter. The study of laughter provides a novel approach to the mechanisms and evolution of vocal production, perception and social behavior”. American Scientific 84 (1996): 38-45.
- Rabelais, François. Gargântua e Pantagruel. Tradução de David Jardim Júnior. Belo Horizonte/Rio de Janeiro, Villa Rica, 1991, 2 vols.


Este conteúdo teve 149 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 237 usuários on-line - 149
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior