PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág.1)
Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág. 4)
José Feliciano Delfino Filho


CRÔNICA (pág. 10)
Tufik Bauab*


EM FOCO (pág. 12)
Voluntários do Sertão


SINTONIA (pág. 15)
Emerson Elias Merhy*


DEBATE (pág. 18)
A relação médico-paciente e a internet


GIRAMUNDO (págs. 24 e 25)
Curiosidades da ciência e tecnologia, da história e atualidade


SAÚDE NO MUNDO (pág. 26)
O sistema de saúde público no Japão


HISTÓRIA DA MEDICINA (pág. 30)
Epidemias: os grandes desafios permanecem


CARTAS & NOTAS (pág. 33)
Conexão com o usuário a um clique


HOBBY (pág. 34)
Alexandre Leite de Souza


PONTO COM (págs. 38/39)
Informações do mundo digital


CULTURA (pág. 40)
Imperdíveis exposições da Pinacoteca


TURISMO (pág. 42)
Das flores de Bali ao enxofre do Ijen


LIVRO DE CABECEIRA (pág. 47)
Dica de leitura de Desiré Carlos Callegari *


FOTOPOESIA( pág. 48)
Adélia Prado


GALERIA DE FOTOS


Edição 58 - Janeiro/Fevereiro/Março de 2012

GIRAMUNDO (págs. 24 e 25)

Curiosidades da ciência e tecnologia, da história e atualidade

Vem aí a “partícula de Deus”?


Transporte no LHC


Simulação de colisão de partículas

A Física pode estar a poucos meses de uma descoberta revolucionária. Cientistas do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN) anunciaram, em meados de dezembro último, ter encontrado sinais que podem evidenciar a possível existência do Bóson de Higgs, conhecido também como a “partícula de Deus”. Se realmente existir, ela seria a última peça do Modelo Padrão utilizado pela Física para explicar a composição de toda e qualquer matéria visível no Universo, ou seja, 4% dele, incluindo nós, humanos. Os pesquisadores que trabalham no maior acelerador de partículas do mundo, o LHC, do CERN, localizado na fronteira entre a França e a Suíça, disseram ter encontrado os sinais do Higgs em dois experimentos diferentes, o Atlas e o CMA. “Não podemos concluir nada nesta fase. Precisamos de mais estudo e mais dados, mas temos grandes chances de resolver esse quebra-cabeça em 2012”, afirmou a porta-voz do laboratório, Fabiola Gianotti. Mais informações em: http://public.web.cern.ch/public


Caminhadas noturnas no centro de São Paulo

O centro histórico da capital paulista é lindo, principalmente à noite. Mas quem se arrisca a caminhar só ou com pouca companhia por suas ruas desertas no período noturno? Pensando nisso, os membros da Ação Local Barão de Itapetininga organizam, semanalmente, caminhadas em grandes grupos – monitoradas – com o objetivo de mostrar os patrimônios arquitetônico, histórico e cultural da região central, considerados os maiores da América Latina. Os interessados se encontram às quintas-feiras, às 20 horas, nas escadarias do Teatro Municipal, e retornam ao mesmo local, às 22 horas. A iniciativa, gratuita, alterna diferentes roteiros focados em monumentos, edificações, logradouros, personagens e outras peculiaridades. Mais informações: www.caminhadanoturna.com.br


Em lata é melhor

    Azeite de oliva extravirgem faz bem à saúde. Sim, é verdade. Porém, pesquisa realizada na Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp mostrou que garrafas Pet ou de vidro não são as melhores alternativas para a preservação dos compostos nutricionais do produto. Por permitirem a exposição à luz e a entrada de oxigênio, elas degradam aceleradamente o antioxidante α-tocoferol, os fenólicos totais e a clorofila no produto. Segundo a cientista Simone Faria Silva, autora da tese de mestrado a esse respeito, “o melhor é buscar os azeites embalados em latas. Mas, se a escolha for pelas embalagens de vidro ou de Pet, opte por aquelas de coloração escura para ter mais chance de evitar a degradação dos compostos nutricionais que diferem o azeite extravirgem de outros óleos vegetais”.


                      Viagem espacial em promoção

Nave Lynx Mark II em ilustração de voo no espaço


Em busca de experiências radicais e diferentes? Que tal fazer uma viagem espacial? Os brasileiros que tiverem cerca de R$ 180 mil reais para gastar em uma única viagem de 30 minutos podem ficar a 103 quilômetros do solo, em um ambiente de microgravidade, a bordo de uma nave espacial a duas vezes a velocidade do som. O preço, com desconto de 27%, estava sendo ofertado, em dezembro último, em um site de desconto brasileiro, em parceria com uma agência de viagens, segundo informou o portal IDG Now. Os interessados que tiverem perdido a promoção terão de pagar o preço cheio – cerca de R$ 230 mil. A nave – que comporta apenas o piloto e um passageiro – é equipada com diversas câmeras que registram as acrobacias feitas em um ambiente de quase gravidade zero. Mas, antes, o turista deve passar por testes psicológicos e assinar um acordo de isenção de responsabilidade aqui no Brasil, fazer exames médicos nos EUA, além de participar de treinamentos pré-vôo.


Microscopicamente belos


Christien Gautier - para anterior do besouro Dysticus marginalis (20X)


Yanping Wang - floco de neve (4X)


Thomas Deerinck - células cancerígenas da linhagem HeLa (300X)


Charles Krebs - Corixidae sp. - inseto de ágia fluvial estagnada (40X)

As fotomicrografias são consideradas documentos técnicos de grande importância para a ciência ou para a indústria. Mas podem ser, também, imagens cuja estrutura, cor, composição e conteúdo possuem uma extraordinária beleza. Todos os anos, desde 1974, várias dessas imagens microscópicas, complexas e extraordinárias são premiadas no concurso Small World, promovido pela Nikon. Qualquer pessoa com interesse em fotografia por meio de microscópio pode participar. O tema é livre e qualquer tipo de técnica de microscopia de luz é permitida. O prazo para inscrições para o concurso de 2012 vai até 30 de abril próximo. Mais informações no site: http://www.nikonsmallworld.com


Com os pés no chão

Os pés foram feitos para caminhar sem sapatos. Isto é um fato... há muito tempo esquecido. Alguns habitantes de Berlim, Alemanha, contudo, resolveram voltar às origens e andar descalços. O movimento – denominado de Barfuß-Initiative Berlin-Brandenburg (Iniciativa dos pés-descalços de Berlim-Brandenburgo) – tem vários seguidores e um site www.gobib.de, com roteiros de caminhadas para os descalços, segundo informou o jornal Folha de S. Paulo. O líder da iniciativa, Johannes Kathol, lembra, contudo, que as caminhadas sem sapatos devem ser feitas a partir dos 10ºC de temperatura. Às críticas de falta de higiene, ele responde: “a sujeira do chão não é maior que a poluição do ar”. Porém, os descalços não são aceitos em toda parte. “Bares, restaurantes e clubes noturnos permitem nossa circulação, mas em prédios do governo, museus ou hotéis nos tratam como marginais”, lamenta Johannes.


Este conteúdo teve 1914 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 486 usuários on-line - 1914
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior