PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág.1)
Renato Azevedo Júnior - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág.5)
Marcel de Souza


CRÔNICA (pág.11)
Francisco Assis de Sousa Lima*


EM FOCO (pág.13)
Márcio Melo*


CONJUNTURA (pág.15)
Abuso sexual


DEBATE (pág.18)
Doença negligenciada


GIRAMUNDO (pág.24)
Curiosidades da ciência e tecnologia, da história e da atualidade


PONTO.COM (pág.26)
Informações do mundo digital


HISTÓRIA DA MEDICINA (pág.28)
Tributo a John Snow


HOBBY (pág.31)
Entre o hospital e o hipismo


SUSTENTABILIDADE (pág.34)
Uma casa ecológica


LIVRO DE CABECEIRA (pág.37)
Dicas de leitura da Redação


CULTURA (pág.38)
É DO BRASIL!


MAIS CULTURA(pág.42)
Museu de Arte Contemporânea


CARTAS & NOTAS (pág.43)
Exame do Cremesp agora é obrigatório


TURISMO (pág.44)
Mato Grosso do Sul


FOTOPOESIA (pág.48)
Odylo Costa, filho


GALERIA DE FOTOS


Edição 60 - Julho/Agosto/Setembro de 2012

LIVRO DE CABECEIRA (pág.37)

Dicas de leitura da Redação

“Por que almocei meu pai”

Da redação


   O livro Por que Almocei meu Pai, do jornalista e sociólogo britânico Roy Lewis, é um resumo romanceado e divertido da história de nossos ancestrais pré-históricos. “Um clássico do humor, não obstante o rigor do assunto e a exatidão das reconstruções ambientais”, definiu o jornal italiano La Repubblica. E não exagerou.

Milhões de anos de evolução da espécie humana foram condensados no curto período de uma geração “familiar”, focando, principalmente, o período da descoberta do fogo e o aprendizado de sua dominação, cruciais para a sobrevivência e desenvolvimento do homem das cavernas.

 A história é contada (em apenas 155 páginas), na primeira pessoa, por Ernest, filho de Edward, o líder da tribo, que está sempre em busca do progresso, visando o bem estar dos membros de seu clã e da espécie em geral. O ferrenho e visionário desenvolvimentista está sempre às turras com seu primo Vânya, um conservador que não quer abandonar seus antigos hábitos de homem-macaco. Deslocando-se por árvores e alimentando-se do que a natureza oferece sem muito trabalho, ele morre de medo do fogo e critica acidamente as posições de seu primo. A disputa dos dois preenche algumas das partes mais engraçadas do livro.

Outro trecho hilário é quando o sempre animado Edward decide que os filhos – Ernest, Oswald, Wilbur e Alexander – devem se relacionar com mulheres de outras tribos para o bem da espécie, colocando um ponto final ao incesto. Eles são obrigados a sequestrar, de outras hordas, suas respectivas esposas. As peripécias de cada casal são um capítulo à parte.

Cada filho traz, também, a gênese do que viria a ser diferentes setores da evolução humana. A arte é representada pelos desenhos rupestres de Alexander, que espantam muitos membros do clã, por “roubar” as sombras. Wilbur revela-se como escultor e, posteriormente, empresário. Já Oswald, não demonstra outros talentos além de ser bom caçador. Ernest, ao narrar a história, exibe talento literário. Mas, seu conflito com o pai já seria freudiano? A visão crítica que ele tem do pai pode ser interpretada , também, como a origem de lados obscuros de nossa história. Isto fica a critério dos leitores...

O livro foi escrito na década de 60 e tornou-se cult na Inglaterra. Paulatinamente, segundo a editora, seu número de admiradores foi crescendo até ser redescoberto na França e estourar como best-seller na Itália, onde vendeu mais de 150 mil exemplares.

“Nunca acreditei na versão do Gênesis – Adão, Eva e a maçã –, e então decidi reescrever a evolução a meu modo. Acho que não fiquei muito longe da verdade. Tudo está escorado sobre sólidas bases científicas”, resumiu Lewis. Darwin ia amar...

 



Este conteúdo teve 1723 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 385 usuários on-line - 1723
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior