PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pg. 1)
Renato Azevedo Júnior - presidente do Cremesp


ENTREVISTA (pág.4)
Marcia Angell


HISTÓRIA (pág. 9)
Estados Unidos, por Gore Vidal


CRÔNICA (pág. 12)
Luis Fernando Verissimo*


ESPECIAL BOLÍVIA 1 (págs.14 a 25)
A realidade precária dos cursos de Medicina particulares


ESPECIAL BOLÍVIA 2 (págs.14 a 25)
Depoimentos sobre a formação médica em escolas particulares


CABECEIRA (pág. 27)
Por Reinaldo Ayer*


CONJUNTURA (págs. 28 a 31)
Longevidade e cuidados com o idoso


GIRAMUNDO (págs. 32-33)
Curiosidades de ciência e tecnologia, história e atualidades


PONTO COM
Informações do mundo digital


SUSTENTABILIDADE (pág. 36)
Idec, 25 anos


CULTURA (pág. 38)
A flauta encantada do mago do choro


HOBBY
Campeonato de Futebol de Equipes Médicas


GOURMET (pág. 44)
“Cozinhando eu relaxo”


FOTOPOESIA (pág. 48)
Paulo Leminski


GALERIA DE FOTOS


Edição 61 - Outubro/Novembro/Dezembro de 2012

PONTO COM

Informações do mundo digital

From Brazil


O que os jornalistas estrangeiros pensam sobre o Brasil e os brasileiros? Se você tiver curiosidade e ler em inglês, pode acessar o blog From Brazil, escrito pelo correspondente do jornal britânico Financial Times em São Paulo, Vincent Bevins. Ainda experimental, o blog veicula notícias e faz análises e comentários sobre nosso modo de vida, cultura e política, dentre outros temas, para a comunidade global. Bevins conta com a parceria de dois outros jornalistas, Claire Rigby, da revista Time Out São Paulo; e Dom Phillips, correspondente de várias publicações britâ­nicas, entre elas o jornal The Times. O endereço é: http://frombrazil.blogfolha.uol.com.br

 

Medicina digital

Está começando a era da Medicina digital? Segundo a revista científica Nature, a aprovação, pela primeira vez, de uma pílula digital para fins médicos, por parte da Food and Drugs Administration (FDA), dos Estados Unidos,
pode ser o marco dessa nova época. A principal função da pílula é identificar a eficiência de um determinado medicamento no organismo do paciente que faz uso regular dele. Assim que ingerida e instalada no estômago, a pílula transmite informações diretamente para o smartphone de um médico. Mais informações NESTE endereço.

 

Uma rádio para chamar de sua

Ouvir música enquanto trabalhamos ou navegamos na internet é muito bom. Melhor ainda se a rádio só tocar músicas das quais gostamos. Impossível? Não mais. A rádio online Senzari faz isso. É só você digitar o nome de seu cantor(a) ou banda preferida e ela combina automaticamente os sons similares, iniciando uma programação de músicas do mesmo estilo. É preciso responder, antes, quatro perguntas simples para traçar o seu perfil. Segundo o site Só Notícia Boa, é possível criar várias estações, consultar recomendações, ver as estações mais populares ou apenas colocar suas preferências e curtir muita música boa. O endereço da rádio é www.senzari.com

 

A guerra cibernética
    No lugar de tiros, bombas e canhões, entram em cena as teclas de computador. Silenciosa e clandestina, a guerra cibernética já está entre nós. Segundo o jornalista David E. Sanger, do New York Times, os Estados Unidos invadiram os computadores que controlam as centrífugas nucleares iranianas, girando-as descontroladamente, como parte de um programa secreto chamado “Jogos Olímpicos”, iniciado no final do governo de George W. Bush, e reforçado por Barack Obama. O ataque, em parceria com Israel, teria sido uma alternativa a um bombardeio aéreo. Sander afirma que os ciberataques não se limitam ao Irã, embora esse país seja o foco principal. “Alguns altos funcionários questionam porque a mesma tecnologia não é usada mais agressivamente contra a Coreia do Norte. Outros vêem a possibilidade de boicotar planos militares da China, fazer pressões contra a Síria e descobrir operações da Al-Qaeda pelo mundo”. Contudo, há o reverso da medalha. Obama estaria preocupado com a possibilidade de os EUA – país cuja infraestrutura é a mais dependente do mundo de sistemas informatizados – tornarem-se alvo de um ataque cibernético similar ao que fez contra o Irã. A preocupação procede. Pouco depois da matéria do New York Times, o secretário de Defesa norte-americano, Leon Panetta, admitiu, em setembro último, que o governo iraniano organizou uma série de ciberataques contra companhias de petróleo e gás dos Estados Unidos, no Golfo Pérsico. Segundo ele, mais de 30 mil computadores foram afetados, no que considerou o maior ataque do tipo contra o setor privado. Teerã, claro, negou. E a guerra cibernética está apenas começando...

Leia o artigo, na íntegra, AQUI.

Doação de órgãos
Visando incentivar a doação de órgãos, o Ministério da Saúde e o Facebook fizeram uma parceria que possibilita aos usuários dessa mídia no Brasil – cerca de 40 milhões de pessoas – compartilhar a decisão com amigos e parentes. Para expressar o desejo de ser um(a) doador(a) de órgãos, basta ir na linha do tempo do Facebook e clicar em evento cotidiano. Depois selecione a opção saúde e bem-estar e clique em doador de órgãos, selecionando depois as pessoas que terão acesso a essa informação. Um mês após o lançamento da parceria, no início de agosto, mais de 80 mil pessoas já tinham se declarado como doadoras. O processo online não substitui o caminho legal, pois é a família que decide se autoriza ou não a doação.


Este conteúdo teve 157 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 240 usuários on-line - 157
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior