PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

EDITORIAL
Ponto de Partida


ENTREVISTA
Roberto Sávio é o convidado especial desta edição


CRÔNICA
Rubem Alves


BIOÉTICA
Giovanni Berlinger


EM FOCO
Clínica ou Cirurgia? Eis a questão


DEBATE
Aprendizagem baseada em problemas


JUSCELINO KUBITSCHEK
O médico que virou Presidente


HISTÓRIA DA MEDICINA
São Lucas, o médico evangelista

LIVRO DE CABECEIRA
O segredo dos médicos antigos


GOURMET
Pequi: bom demais da conta


CULTURA
Jairo Arco e Flexa


CARTAS & NOTAS
Novas publicações do Cremesp


POESIA
Adriana e Luis Orlando Rotelli Resende


GALERIA DE FOTOS


Edição 22 - Janeiro/Fevereiro/Março de 2003

LIVRO DE CABECEIRA

O segredo dos médicos antigos

O segredo dos médicos antigos

Glasdstone Machado

O livro “O Segredo dos Médicos Antigos”, de autoria de Jürgen Thorwald, apresenta interessantes considerações sobre a Medicina pré-histórica nas antigas civilizações do Egito, Babilônia, Índia, China, México e Peru, e é ricamente ilustrado. Também traz evidências de uma medicina tão desenvolvida quanto a grega, sobrepujando-a em alguns aspectos e modificando a idéia, do mundo ocidental, de que os gregos haviam sido os pioneiros na arte de curar.

O autor, nascido na Alemanha em 1916, é formado em Medicina e História, escreveu um best seller famoso, “O Século dos Cirurgiões” e, além de outros, o livro “Crepúsculo de um Gênio”, biografia do célebre cirurgião Ferdinando Sauerbruc (1855-1951), considerado o pai da cirurgia torácica.

Thorwald focaliza inicialmente a civilização egípcia. O autor não poupou esforços e apresentou um grande número de ilustrações para comentar o achado dos Papiros de Ebers e de Smith, adquiridos pelos egiptólogos George Ebers (em l873) e Edwin Smith (1862), escritos ambos por volta de 1550 a.C. e referindo-se a textos bem mais antigos. O primeiro trata de doenças internas, lesões ósseas traumáticas, oftalmologia e descrição de remédios extraídos da rica flora egípcia como a papoula, mandrágora e meimendro, entre outros dos quais se obtinham sedativos, analgésicos e excitantes para a prática médica. O Papiro de Smith, considerado o primeiro tratado de cirurgia, faz uma abordagem aos procedimentos operatórios da época, trazendo ainda uma descrição primitiva do cérebro humano e do coração.

Na região da Mesopotâmia desenvolveram-se civilizações ricas e poderosas, abrangendo vários povos, iniciando-se com os sumérios (4º milênio a.C), que criaram a escrita cuneiforme, sendo a mais importante a babilônica. Há muitas referências a doenças e tratamentos e ao famoso Código de Hamurabi (1728 – 1686 a.C).

Na Índia, Susruta, o mais afamado cirurgião da Antiguidade, deixou uma coleção importante sobre doenças (Susruta Samita – 800 a.C), dando ênfase à cirurgia, inclusive operações plásticas, relatando a técnica do retalho pedunculado na cirurgia reconstrutora do nariz. Também abordava a cistotomia (para retirada de cálculos vesicais), catarata, amputações e próteses, entre outros procedimentos. Da flora, já usavam a Rauwolfia serpentina, levada para a Europa posteriormente, já na Era cristã. Na China, havia uma concepção filosófica (Taoísmo), com o an-tagonismo entre as forças vitais, Yang e Yin, cujo desequilíbrio explicava o aparecimento da doença, sendo que o tratamento pela acupuntura já era usado pelos chineses.

O livro comenta ainda as civilizações mais importantes do continente americano, do milênio a.C, nas regiões onde hoje se encontram o México e o Peru. Apresenta seus rituais e sacrifícios, doenças mais comuns, o uso freqüente de trepanações — exibindo o instrumental cirúrgico feito de pedra — e faz referências à flora, observando a coca e a quina-quina como plantas nativas na região dos Incas.

A mensagem im-portante que o livro nos traz, em estilo leve e didático, com farta ilustração e comentários, baseados em estudos radiológicos de múmias, baixos relevos em monumentos e túmulos, tradução de escritos da época, é que a Medicina existiu bem antes de Hipócrates (sec 5º a.C).

* Glasdstone Machado é Especialista em Cirurgia Torácica pela ABCT e membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Este conteúdo teve 135 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 291 usuários on-line - 135
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior