PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág. 1)
João Ladislau Rosa - Presidente do Cremesp


ENTREVISTA (págs. 4 a 9)
Vandana Shiva e Jeffrey Smith


CRÔNICA (págs. 10 a 11)
Tufik Bauab*


SINTONIA (págs. 12 a 15)
Bactérias resistentes


DEBATE (págs. 16 a 22)
Financiamento do SUS


CARTAS & NOTAS (pág. 23)
Aplicativo para mobiles


CONJUNTURA (págs. 24 a 27)
Ideias para o Sistema Único de Saúde


MÉDICOS NO MUNDO (págs. 28 a 31)
Fernando Nobre


GIRAMUNDO (págs. 32 a 33)
Curiosidades & Novidades


PONTO.COM (págs. 34 a 35)
Informações do mundo digital


HISTÓRIA DA MEDICINA (págs. 36 a 38)
Médico, poeta e criador da abreugrafia


CULTURA (págs. 39 a 43)
Obras ilustram Metrô de SP


TURISMO (págs. 44 a 47)
Alter do Chão


FOTOPOESIA (pág. 48)
Gilberto Mendonça Teles


GALERIA DE FOTOS


Edição 69 - Outubro// de 2014

GIRAMUNDO (págs. 32 a 33)

Curiosidades & Novidades

Cafeína e puberdade


Durante a puberdade, meninos e meninas reagem de maneira diferente ao consumo de cafeína e energéticos, devido aos hormônios, que potencializam os efeitos da bebida, mesmo em doses pequenas, segundo estudo realizado por Jennifer Temple, da Universidade de Buffalo (EUA), publicado na revista Pediatrics. De acordo com Temple, os garotos têm uma resposta maior à cafeína, com aumento da pressão arterial e diminuição da freqüência cardíaca, enquanto as garotas apresentam esses quadros com maior intensidade após a ovulação, ou sete dias após a menstruação.

 


“Sob medida”

O paciente recebe uma injeção e, imediatamente, o líquido se transforma em gel contendo nanopartículas com fármaco anti-inflamatório. Gradativamente, o organismo vai recebendo o medicamento, que pode, assim, ser utilizado com menor frequência, diminuindo os efeitos colaterais. A nova formulação foi desenvolvida em pesquisa de mestrado apresentada pela química Letícia Paifer Marques, do Instituto de Química da Unicamp.



Janelas inteligentes


Janelas inteligentes estão sendo desenvolvidas por pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências, de acordo com a revista Nature Scientific Reports. A cientista Yangfeng Gao e seus colegas descobriram que uma janela coberta com óxido de vanádio (VO2) pode regular a quantidade de energia solar que entra num prédio e, ao mesmo tempo, dissipar a luz para células solares dispostas ao redor dos painéis de vidro, possibilitando, por exemplo, acender lâmpadas no interior do edifício. As janelas atuais deixam que o calor “escape” dos prédios, no inverno, e que os raios solares indesejáveis entrem durante o verão.



Proteína da juventude

Growth Differentiation Factor 11 (GDF11) é o nome da proteína estudada por cientistas norte-americanos para rejuvenescer o cérebro e melhorar a capacidade cognitiva de pessoas idosas. Realizada no Harvard Stem Cell Institute (EUA), a pesquisa aponta também que ela rejuvenesce os músculos que fazem a ligação com os ossos, recupera a capacidade de órgãos, e, futuramente, pode curar doenças como o Alzheimer. Doug Melton, do Departamento de Biologia Regenerativa e Células Estaminais de Harvard, afirmou que a descoberta “é a mais emocionante no campo da ciência das células-tronco”.



O arco-íris começa aqui


“O “rio mais lindo do mundo” encontra-se na região da Sierra de la Macarena, na Colômbia. Uma antiga lenda local diz que um arco-íris se perdeu no rio Caño Cristales. Fato é que, de setembro a novembro, ele ganha, em seus mais de 100 km de comprimento e 20 metros de largura repletos de piscinas naturais, tonalidades de verde, amarelo, vermelho, azul e preto. A explicação para a belíssima aquarela natural é que, nessa época do ano, o clima seco e o rio baixo, permitem que as algas recebam mais luz solar e manifestem a profusão de cores. Chegar lá, a partir da cidade de La Macarena, é uma aventura, que, ao final, garante um espetáculo úni­co da natureza.

 

Depressão x Câncer?


Não há ligação significativa entre depressão e incidência de câncer, conclui estudo realizado pelo cientista Cédric Lemogne, da Universidade de Versailles Saint-Quentin, na França, publicado no The American Journal of Epidemiology. Ele acompanhou, de 1994 e 2009, a evolução da saúde de 14 mil pessoas, das quais 1.119 apresentaram câncer, porém não foram encontradas associações com o distúrbio emocional. Contudo, o Instituto Nacional de Pesquisas Médicas na França (Inserm) alerta que a depressão em paciente com câncer pode aumentar o risco de vida porque ele pode sentir-se tentado a negligenciar o tratamento.



Estetoscópios perigosos


      Estetoscópios são contaminados com bactérias que podem ser transmitidas de um paciente para outro, afirma relatório publicado no jornal Mayo Clinic Proceedings. Pesquisadores analisaram as pontas dos dedos, as palmas das mãos e os estetoscópios de três médicos, que haviam realizado exames em 83 pacientes. A quantidade de bactérias encontradas na parte do aparelho que tem contato com a pele foi duas vezes superior à encontrada na palma das mãos. Porém, a parte mais contaminada foram as pontas dos dedos.



Células reprogramadas

      Pesquisadores da Universidade de Edimburgo (Reino Unido) conseguiram reprogramar células extraídas do embrião de um camundongo, para que assumissem características de células do timo, órgão do sistema imunológico. Segundo artigo publicado na revista Nature Cell Biology, eles reprogramaram células embrionárias, de tecido conectivo, para que assumissem características do timo e, no laboratório, misturaram essas células a outras típi­cas do mesmo órgão. O conjunto foi transplantado para camundongos adultos, originando timos completos e funcionais.


(Colaborou: Rodrigo Carani)

 

 


Este conteúdo teve 1844 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 191 usuários on-line - 1844
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior