PESQUISA  
 
Nesta Edição
Todas as edições


CAPA

PONTO DE PARTIDA (pág.1)
Bráulio Luna Filho


ENTREVISTA (págs. 4 a 9)
Göran Hansson


CRÔNICA (págs. 10 a 11)
Sady Ribeiro*


EM FOCO (págs. 12 a 15)
Oliver Sacks


DEBATE (págs.16 a 21)
Ética e Bioética


SINTONIA (págs. 22 a 24)
Tudo em excesso é veneno!


CARTAS & NOTAS (pág. 25)
Espaço dos leitores


DEPOIMENTO (págs. 26 a 29)
Por dentro de um CAPSad


GIRAMUNDO (págs. 30 a 31)
Curiosidades da Medicina


PONTO.COM (págs. 32 a 33)
Ciência no mundo digital


HISTÓRIA DA MEDICINA (págs. 34 a 37)
Stefan Cunha Ujvari*


CULTURA (págs. 38 a 42)
Coleção de arte


+CULTURA (págs. 42 a 43)
Galeano & Grass


TURISMO (págs. 44 a 47)
Ouro Preto e Diamantina


FOTOPOESIA (pág. 48)
Eduardo Galeano


GALERIA DE FOTOS


Edição 71 - Abril// de 2015

PONTO DE PARTIDA (pág.1)

Bráulio Luna Filho



Saúde e vida 
na visão 
da bioética


 

   Atuando em hospitais, postos de atendimento e prontos-socorros, em regiões periféricas ou remotas, os médicos são compelidos a exercitar os conceitos de beneficência, não maleficência e autonomia dos pacientes. E o fazem, muitas vezes, sem plena consciência das implicações culturais e filosóficas, mas por razões humanitárias, movidos pelos anos de longo treinamento da profissão médica. Assim, não raro, no cotidiano enfrentam condições assistenciais deterioradas e são obrigados a rever conceitos, condutas e, quiçá, comportamentos.

Em decorrência do processo científico, a medicina moderna prioriza cada vez mais a integralidade no trato da saúde. Desse modo, tão importante como tratar ou curar, é prevenir e abordar os pacientes, em todas as dimensões pessoais e sociais. Nesse desiderato, as questões da sustentabilidade do meio ambiente e das condições socioeconômicas se entrelaçam, irremediavelmente.

É inquestionável a necessidade de reduzir as desigualdades sociais e o desnível entre ricos e pobres e, paralelamente, incentivar uma visão humanista, que reconheça em cada indivíduo uma experiência exitosa da natureza, e o processo civilizatório como travessia para essa plena realização.

Por conseguinte, pensar em saúde significa colocar o interesse coletivo acima das diferenças sociais, constituindo um paradigma para a valorização apriorística do ser humano. A propósito, nesta edição da Ser Médico, questões relevantes da bioética são abordadas pelos professores William Saad Hossne e Regina Parizi, com a mediação do ex-presidente do Cremesp Isac Jorge Filho.

Na história do conhecimento, os princípios filosóficos da Grécia antiga, com Sócrates, Platão e Aristóteles; dos tempos pós-renascentistas com Hume, Kant; e, mais recentemente, com Russel, Bobbio e outros, aprofundaram ideias e descortinaram caminhos na tradição de que o intelecto humano nunca cria problemas que não possa resolver.

Com esse olhar, vemos o mundo pulsar freneticamente com os desafios que a moderna tecnologia revela a cada dia. Não deve, entretanto, parecer paradoxal que questões sobre aborto, eutanásia, mudança de sexo e manipulação genética em seres humanos estejam na ordem do dia. Alguém poderia dizer que os tempos não mudam tanto; outros objetariam que ainda que mudassem, não mudam tanto quanto precisava.

Nós, médicos, cujo escopo primordial é a preservação de um dos valores mais imanentes da civilização – a vida humana –, não podemos nos abster na construção de alternativas para problemas tão delicados. O tempo dirá se teremos êxito.

 

Bráulio Luna Filho
Presidente do Cremesp

 


Este conteúdo teve 136 acessos.


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
CNPJ: 63.106.843/0001-97

Sede: Rua Frei Caneca, 1282
Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
(11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


CONTATOS

Regionais do Cremesp:

Conselhos de Medicina:


© 2001-2019 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 423 usuários on-line - 136
Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior